“Cidade Cinza” traz alegrias e obstáculos da cultura do graffiti em São Paulo! Assista trailer

Criolo compõe música especialmente para o filme que alerta a importancia cultural da arte de rua

por Redação almasurf, 21/10/2013


O filme “Cidade Cinza” aborda a cultura do graffiti e como ela é tratada na cidade mais populosa e caótica do Brasil. Em São Paulo, artistas vêem suas obras serem cobertas por tinta cinza ao mesmo tempo que ganham cada vez mais reconhecimento no exterior, sendo até convidados a estamparem seus desenhos pelas paredes de outros países.

Os brilhantes diretores Guilherme Valiengo e Marcelo Mesquita conseguiram trazer em “Cidade Cinza” uma visão bem completa desta realidade, relatando tanto os depoimentos de artistas como OsGemeos, Nunca e Nina Pandolfo, como também o de funcionários responsáveis por “limpar” as paredes e muros da cidade.

"Nas ruas de uma das maiores e mais desorganizadas metrópoles do mundo nasceu uma nova forma de graffiti, na qual o hip hop americano foi substituído pela cultura regional brasileira. Rapidamente, as obras dos OsGemeos, Nunca e Nina se espalharam pelas ruas de São Paulo e depois pelas galerias do mundo. No entanto, uma nova lei de combate à poluição visual fez a prefeitura de São Paulo cobrir suas pinturas de cinza.”

"Cidade Cinza" foi uma produção independente, que levou seis anos para ser realizada. Os recursos para comunicação e divulgação do projeto, assessoria, estreia, cópias, entre outras coisas que fizessem com que o filme pudesse atingir as exigências e interesse do mercado de cinema brasileiro, vieram por meio de Crowdfunding (financiamento coletivo).

A trilha sonora de Daniel Ganjaman traz a faixa inédita "Doum", composta especialmente para o filme pelo rapper brasileiro Criolo, e complementa perfeitamente a situação de milhões de pessoas, que perdem a riqueza cultural das cores e traços que são constantemente banidos pelo governo.

São Paulo é uma cidade importantíssima na trajetória de quem adere a esse estilo de arte e a não valorização do graffiti é a não valorização da própria cultura regional brasileira, e pode-se até dizer que apagar o graffiti, apagar a tinta, é apagar a própria cidade, sua historia e sua expressão artística.

A estreia de "Cidade Cinza" está programada para dia 22 de novembro deste ano. Esperamos ansiosamente!






SHARE:
  • almasurf
    Surfing, fim de uma era.
  • almasurf
    Tragédia da skatista Giselle
  • almasurf
    Pioneiros recebem homenagem
  • almasurf
    Revelação de Matinhos
  • almasurf
    Dia do Surfista
  • almasurf
    Italo Grom Stomp
  • almasurf
    De Passagem com Century Swell
  • almasurf
    Na casa do Bob
  • almasurf
    Altair Freitas, surf vetorial
  • almasurf
    BBQ Only Girls Nicaragua
  • almasurf
    White and Ruddy
  • almasurf
    O_Gosh Photography
  • almasurf
    Turkish adianta o lado
  • almasurf
    Documentário Peixe Morto
  • almasurf
    Filipe voa com Twin Fins