O Diário Oficial da União desta terça-feira (3) divulgou a lista do Programa Bolsa Pódio do governo federal e cinco surfistas estão entre os 293 contemplados das modalidades olímpicas: Filipe Toledo, Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, Silvana Lima e Tati West.

Silvana e Tati já garantiram suas vagas pelo ranking da WSL para a estreia do surf nos Jogos de Tóquio 2020. Filipe, Medina e Italo disputam as duas vagas restantes do Time Brasil na decisão do Circuit Tour em Pipeline.

“Realmente é um sonho que está sendo realizado, de estar nas Olimpíadas, onde estão os melhores atletas do mundo. Sempre imaginei ir assistir às Olimpíadas, e agora estou indo para competir. Sou muito grata ao universo, a Deus, a todas as pessoas que estão me apoiando, aos meus patrocinadores”, comemora Silvana.

“A Bolsa Pódio é um apoio enorme que o governo nos dá e poderei utilizá-lo pela primeira vez. Acho que será incrível essa ajuda, pois assim poderei me preparar ainda mais para as Olimpíadas de 2020. Espero poder representar bem nosso país”, comenta Tati.

Coordenador Esportivo da Confederação Brasileira de Surf, Rosaldo Cavalcanti esclarece os critérios utilizados pela entidade para as indicações e comemora o fato de pela primeira vez na história os surfistas serem contemplados pela iniciativa.

O dirigente e legend do surf nacional explica que o Bolsa Pódio é o nível mais elevado do programa de incentivo do governo federal, que também dá atenção aos atletas de base através do Bolsa Atleta.

“O Bolsa Pódio tem o objetivo de apoiar atletas com chances de disputar finais e medalhas olímpicas e paralímpicas. Para estar apto a ser beneficiado, o atleta precisa ser indicado pela sua respectiva confederação. Além disso, o atleta deve estar entre os vinte melhores do ranking mundial e o benefício vale por 12 meses”, conta Rosaldo.

“Vale lembrar que neste ano outros 13 atletas, entre eles alguns surfistas da base, alcançaram os resultados necessários nos eventos indicados pela CBSurf, foram selecionados pelo programa Bolsa Atleta e receberão benefícios financeiros nos próximos meses”, completa.

De acordo com Adalvo Argolo, presidente da CBSurf, o reconhecimento dos surfistas de alto rendimento é mais uma conquista importante, que integra o projeto de profissionalização do surf nacional e de reestruturação da confederação.

“Estamos muito felizes em ver os nossos melhores surfistas contemplados pelo Bolsa Atleta. Esse é mais um importante passo para garantir os objetivos do ano que vem: a conquista das medalhas olímpicas e uma CBSurf forte e representativa”, revelou o dirigente.