Gabriel Medina foi derrotado por Owen Wright na bateria decisiva e ficou com o vice-campeonato do Tahiti Pro, encerrado nesta quarta-feira (28) em Teahupoo.

Três brasileiros terminaram o evento na temida bancada tahitiana na quinta colocação: Jadson André, Adriano de Souza e Caio Ibelli.

Eliminado nas oitavas de final, Filipe Toledo se beneficiou da combinação de resultados e agora é o líder do ranking da WSL com 36.600 pontos a quatro etapas do fim do Circuit Tour 2019.

O brasileiro é seguido de perto pelo sul-africano Jordy Smith (35.450), pelo norte-americano Kolohe Andino (35.175) e por Gabriel Medina (34.695).

Altas ondas marcaram os dois últimos dias de competição, com séries que ultrapassaram a casa dos 10 pés, e os tops fizeram a cabeça e a alegria do público em tubos impressionantes.

A próxima parada do CT acontece entre os dias 19 e 21 de setembro na piscina de ondas do mestre Kelly Slater na California.

Finalizada a etapa do Surf Ranch, o tour passa no mês de outubro pela perna européia (França e Portugal) e termina em dezembro com o tradicional Pipeline Masters na costa norte da ilha de Oahu, Hawaii.

Confira como ficou o ranking depois da sétima etapa.


 

 

Deixe seu comentário

+

Queremos te conhecer

+

 

Vamos oferecer um conteúdo sob medida para você.

Diga para nós qual a sua principal atividade sobre pranchas.

Conforme você for navegando em nosso site, vamos te conhecendo, sabendo do que você gosta, o que você quer.

Nossa intenção é oferecer a melhor experiência e os melhores serviços.

Vamos em frente!

 

Queremos te conhecer.

Preencha as informações abaixo
 
sua principal atividade sobre pranchas
surf
skate
standup
windsurf
kitesurf
bodyboard
wakesurf
snowboard
skimboard
outro
Enviar