Campeonato Seaflowers Digital segue para as próximas fases

Evento criado pela freesurfer Marina Werneck premia vencedora com uma surf trip para as Ilhas Maldivas.

por Amanda Ferro, 24/01/2018
follow

Após a divulgação das primeiras finalistas do ‘SeaFlowers Digital’, campeonato virtual criado pela freesurfer Marina Werneck que irá premiar a grande vencedora com uma surf trip para as Ilhas Maldivas, a competição segue para as próximas fases.

Para participar, as interessadas deveriam postar um vídeo no Instagram pessoal, com a tag @ma_werneck e a hashtag #SeaFlowerDigital, demonstrado todo o seu desempenho sob as ondas. As 18 meninas que tiveram o maior número de likes no vídeo publicado, foram selecionadas para competirem nas outras sete fases do campeonato.

Na fase da triagem do campeonato, que terá o mesmo formato do WTC feminino da WSL, foram mais de 85 mil likes e 260 mil views. Jasmim Avelino, Julia Santos, Luana Mandelli, Luíza Marquesa, Yanca Costa, Perla Goes, Vidda Cavalcante, Marcela Witt, Manu Pacheco, Karol Ribeiro, Yasmin Dias, Coco Cianciarulo, Isabel Prazeres, Marina Rezende, Julia Camargo, Luara Thompson, Maju Freitas e Gil Ferreira enfrentam o primeiro round no dia 23 de janeiro. O Round 1 é composto por 6 baterias de 3 surfistas com a primeira colocada avançando direto para o Round 3.

A partir de agora, as 18 finalistas deverão enviar o vídeo escolhido para as próximas etapas do campeonato de acordo com as instruções que receberão através do Instagram. O vídeo poderá ser trocado, ou não, a cada fase. Os resultados de cada bateria serão divulgados através das redes sociais da Marina Werneck.

A avaliação de cada competidora será feita por três jurados técnicos e por um júri popular. Na banca dos jurados técnicos, os votos de Marina Werneck, da tri campeã mundial de surf feminino da WSL Carissa Moore e de um convidado especial, valerão um ponto cada e, na votação popular, realizada através de uma plataforma do Facebook, os votos valerão 2 pontos para a vencedora de cada enquete.

Além de Carissa, Marina Werneck dividirá a bancada dos jurados com nomes como Silvana Lima (maior nome do surf feminino brasileiro de todos os tempos, vice-campeã mundial e, atualmente, a única surfista brasileira na elite do surf mundial da WSL), Nicole Pacelli (referência do SUP wave entre as brasileiras e campeã mundial de SUP Wave e Big Rider), Choe Calmon (maior referência do longboard feminino brasileiro e campeã brasileira profissional, top 3 no ranking mundial), Claudinha Gonçalves (referência do surf feminino brasileiro e uma das estrelas nos programas do Canal OFF), Tatiana Weston-Web (meio brasileira e meio havaiana, campeã mundial pró jr. e top da elite mundial da WSL) e Andrea Lopes (ícone do surf feminino brasileiro, tetra campeã brasileira profissional, coach de surf e SUP).

Com o apoio da Hurley Brasil, Guaraná Antarctica, New Era, Ocean Travel e NN Consultoria, o ‘SeaFlowers Digital’ é a realização de um grande sonho de Marina Werneck. Grande incentivadora do surf feminino no Brasil, Marina é uma das suas maiores porta-vozes e luta pela revitalização do esporte e por mais oportunidades para meninas de todo o país.

Para obter mais informações acesse: http://www.marinawerneck.com.br/seaflowers/

Seaflowers Digital

 Apresentação: Hurley Brasil

Oferecimento: Guaraná Antarctica

Patrocínios: New Era e Ocean Travel

Realização: Marina Werneck e NN Consultoria

 23/01/2018 – Fase 1: 18 competidoras (6 baterias de 3). Campeã vai para a fase 3 e a segunda e terceira colocada para a fase 2

25/01/2018 – Fase 2: 12 competidoras (6 baterias de 2). Campeã vai para a fase 3 e perdedora fica fora da próxima etapa

27/01/2018 – Fase 3: 12 competidoras (4 baterias de 3). Campeã vai para as quartas de final e a segunda e terceira colocada para a fase 4

29/01/2018 – Fase 4: 8 competidoras (4 baterias de 2). Campeã vai para as quartas de final e perdedora fica fora da próxima etapa.

01/02/2018 – Quartas de final: 8 competidoras (4 baterias de 2). Campeã vai para a semifinal e perdedora fica fora da próxima etapa.

05/02/2018 – Semifinal: 4 competidoras (2 baterias de 2). Campeã vai para a final e e perdedora fica fora da próxima etapa.

08/02/2018 – Final – 2 competidoras (1 bateria de 2) – Campeã vai para as Ilhas Maldivas.

12/02/2018 – Anúncio da campeã

03/03 a 12/03/2018 – Viagem para as Ilhas Maldivas

Redes:

YouTube Oficial Marina Werneck: https://www.youtube.com/marinawerneck
Facebook - https://www.facebook.com/mawerneck
Instagram - https://www.instagram.com/ma_werneck/
Twitter - https://twitter.com/ma_werneck
Site Oficial: http://www.marinawerneck.com.br/

Marina Werneck Nasceu no Rio de Janeiro e desde pequena tem uma relação especial com o mar. Cresceu inserida no mundo do surfe e começou a surfar com 5 anos por influência dos pais e amigos da família. Mudou-se para Florianópolis e na nova cidade o surfe foi se tornando cada vez mais presente no seu dia a dia. Aos 12 anos começou a competir e aos 15 se profissionalizou.

Destaque em circuitos nacionais e internacionais, a surfista profissional passou a dedicar sua carreira, desde 2012, ao Freesurf. Modalidade não competitiva que se tornou tendência entre jovens ídolos mundiais e nacionais valorizando o estilo de vida do surf e tudo o que está relacionado a ele.

Reconhecida como embaixadora do surf feminino, Marina luta para abrir espaço para as mulheres do esporte no Brasil, tendo idealizado o projeto Seaflowers Crown of Surfing em parceria com a World Surf League, que em 2016 colocou novamente em evidência as atletas do país.

Marina também foi uma das protagonistas do filme “Sea, Sun, Flowers” (dirigido por Pablo Aguiar e Manoela D’almeida), primeiro filme de surfe produzido somente com surfistas brasileiras, estampou as páginas do livro “The Love Of Surf”, produzido pela rede australiana Girl Surf Network, estrela constantemente das séries do Canal Off, fez uma participação especial na série JUACAS do Disney Channel e tem uma parceria com a revista Hardcore na qual assina uma coluna.

 

 

 

almasurfalmasurfalmasurfalmasurf