WSL confirma etapa na piscina de Kelly Slater

World Surf League informa a entrada do WSL Surf Ranch Facility para receber os melhores surfistas do mundo e o calendário completo da temporada 2018 será divulgado na próxima semana.

por João Carvalho, 17/11/2017
follow

A World Surf League (WSL) anunciou nesta sexta-feira que o WSL Surf Ranch Facility, a piscina de ondas criada por Kelly Slater em Lemoore, na Califórnia Central, vai sediar uma das etapas do World Surf League Championship Tour em 2018.

“Baseado nos resultados do nosso evento teste realizado este ano e no feedback dos surfistas que já pegaram ondas no WSL Surf Ranch ao longo da temporada, o evento que será disputado em setembro de 2018 tem tudo para muito especial tanto para os competidores quanto para os fãs”, disse Sophie Goldschmidt, CEO da WSL. “Nós estamos ansiosos em ver como essa tecnologia poderá ser aplicada e até mudar completamente o campo de jogo do nosso esporte”.

“É incrível o que as equipes da WSL e da KSWC desenvolveram o Surf Ranch no ano passado e o Vale Central da Califórnia agora possui uma onda de classe mundial”, disse Kieren Perrow, comissário da WSL. “Essa tecnologia e sua capacidade de fornecer ondas de alta qualidade em qualquer lugar do mundo, abre muitas possibilidades de como podemos complementar e evoluir a experiência competitiva”.

Desde a entrada em operação em dezembro de 2015, o WSL Surf Ranch Facility em Lemoore, sofreu um constante aprimoramento e evolução da sua tecnologia. O evento teste realizado em setembro deste ano, apresentou resultados muito positivos em relação à competição e o feedback dos surfistas que pegaram ondas lá ao longo do ano foi extremamente favorável, incentivando a WSL a promover um evento em suas instalações já em 2018.

“A experiência de competir no Surf Ranch é simplesmente extraordinária”, disse Adrian Buchan, competidor e representante dos atletas. “O que foi criado lá é até difícil de entender, uma onda bidirecional (esquerda e direita) perfeita de 300 metros de comprimento no meio da zona rural na Califórnia. Não tenho dúvidas de que o evento será “world-class”, pela qualidade da onda e a experiência de termos condições perfeitas para competir em qualquer horário. O oceano sempre será nosso lar, mas, à medida que evoluímos, teremos a oportunidade de mostrar e compartilhar nosso esporte para novos públicos. A possibilidade de agendar com precisão cada confronto, os grandes clássicos da WSL, é algo realmente excitante”.

Os surfistas e a WSL tiveram uma longa discussão sobre todas as oportunidades e benefícios que um evento nas instalações do Surf Ranch pode oferecer ao nosso esporte”, disse a surfista Sage Erickson, representante das atletas. Temos agora a oportunidade de agendar antecipadamente os eventos com a garantia de termos ondas de alta qualidade, criando uma oportunidade justa para todos os surfistas em um ambiente totalmente novo e exclusivo para os espectadores. Uma das melhores coisas do evento teste realizado esse ano foi que os surfistas agora vão precisar fazer realmente todo tipo de abordagem na onda – tubos, manobras de borda, aéreos, cavadas. Vai ser incrível certamente”.

O calendário completo da World Surf League para a temporada 2018 será anunciado e divulgado na próxima semana.

As corridas pelos títulos masculino e feminino de 2017 da WSL estão chegando nas etapas finais da temporada no Havaí – o Billabong Pipe Masters em memória a Andy Irons será disputado entre os dias 8 e 20 de dezembro na ilha de Oahu e o Maui Women´s Pro de 25 de novembro a 6 de dezembro em Honolua Bay, na ilha de Maui.

 

almasurfalmasurfalmasurfalmasurf