Caieiras recebe Desafio Jaws para celebrar o carveboard

Com mais de 20 mil praticantes no Brasil, evento presta homenagem aos 20 anos de existência da modalidade no mundo.

por Charles Roberto, 16/10/2017
follow

A ladeira mais desafiadora para a prática do carveboard em São Paulo, batizada como "Jaws", localizada na cidade de Caieiras, foi a escolhida para a realização da etapa final do Circuito Paulista de Carveboard, que neste ano de 2017, irá comemorar e homenagear 20 anos da criação do melhor simulador de surf no asfalto do mundo e os praticantes existentes no Brasil que, de uma forma ou de outra, protagonizaram a evolução deste esporte.

Com uso obrigatório de capacete, a disputa será no estilo downhill, onde os atletas terão que descer a ladeira "Jaws", aplicando manobras com técnica, estilo e velocidade, que é localizada na Av. Assembléia de Deus Ministério do Belém – Centro de Caieiras. O evento está marcado para o dia 12 de novembro, das 9 às 18 horas. As categorias que entrarão em disputas neste dia serão Iniciantes, Pro Rider e Máster (acima de 40 anos).

O "pico" escolhido recebeu o batismo com o nome de uma onda havaiana que separa homens de moleques. Jaws é uma onda grande, tubular, maçuda e comprida, onde é preciso saber desenhar linhas, características que a ladeira apresenta por ser extensa e rápida, o que irá exigir do atleta atenção e precisão na hora do drop (descida).

O Circuito Paulista de Carveboard - Desafio Jaws 2017, que reproduz o verdadeiro surfe fora da água, com rasgadas e cutbaks no asfalto, é apresentado pelo Projeto "Radicalizando o Bem", que tem por objetivo a arrecadação de alimentos não perecíveis que são entregues ao Fundo Social de Solidariedade na cidade que é realizado. Conta com o patrocínio da DropBoard e apoio da prefeitura municipal de Caieiras. Tem a chancela da Federação Paulista de Skate e divulgação oficial do site InnerSport.

A modalidade que já se consolidou no país e vem ganhando mais espaço em meio a comunidade de downhill e freeride vai atrair para o Circuito Paulista de Carveboard - Desafio Jaws 2017, os melhores "surfistas de asfalto" de vários cantos de São Paulo como Praia Grande, São Vicente, Sorocaba, Itu, ABC. "Atletas de Minas Gerais e Rio de Janeiro também acabam migrando para o circuito paulista por não terem em seus estados eventos como este", afirma Ale Mancha, como é conhecido Alessandro de Moraes, idealizador do evento.

O público também poderá interagir e curtir o evento participando o Tarp Surf, a nova febre entre surfistas e skatistas em todo o mundo, onde uma lona simula um tubo. Ter aulas básicas de carveboard e curtir o projeto EBA - "Encontro das Bandas Alternativas", que irá agitar o campeonato.

Cronologia da modalidade O carveboard foi criado 1997, na Califórnia, EUA, com o intuito de simular o surf no asfalto. Seu sistema de eixos mais flexíveis ajudou não só para suprir dias de poucas ondas, mas também para colaborar no treinamento dos surfistas.

Em meados de 2003, chegam os primeiros carveboard em solo brasileiro, e assim surgi a DropBoard, primeira fabricante nacional deste simulador. Em 2006, o crescimento desta modalidade faz acontecer o primeiro campeonato brasileiro de carveboard na cidade de Itu (SP).

Desde então, o esporte só cresce, tanto no Brasil como no mundo, por conjugar duas das paixões que os jovens mais praticam: o surfe e o skate, ambas com presença consolidada nas Olimpíadas de Tóquio 2020. Após 20 anos de sua criação, o carveboard já tem mais de 20 mil praticantes em território nacional.

Em 2011, a modalidade ganha a primeira associação oficial do país, a ASCARVI. Em 2012, o esporte é reconhecido e homologado pela Federação Paulista de Skate, e também ganha o primeiro projeto de lei em Itu/SP, colocando o Circuito no calendário oficial da cidade.

"Acreditamos em uma modalidade que veio para ficar, trazer aos seus praticantes sempre o melhor em eventos e campeonatos. Além de ser um esporte saudável que busca o bem-estar de quem o pratica", explica Ale Mancha.

Projeto "Radicalizando o Bem" - nasceu em 2009 com o propósito de unir a ação esportiva com o social e, com isso, colaborar de alguma forma com os menos favorecidos. Em parceria com entidades beneficentes, o circuito faz o trabalho de arrecadação de leite e alimentos não perecíveis. Toda arrecadação é entregue para o Fundo Social de Solidariedade da cidade onde o evento está sendo realizado. Desde 2009, o Projeto conseguiu arrecadar mais de 2.000 litros de leite e 1 tonelada de alimento.

Em 2013, houve a necessidade de agregar algo a mais para o projeto "Radicalizando o Bem ". E, assim, nasceu a parceria com o BOS - Banco de Olhos de Sorocaba, onde foi implanto nos eventos o Cartão Doador, onde é trabalhada a conscientização da doação de órgãos. No primeiro trabalho realizado a ação teve os primeiros 45 doadores.

O Brasil já conta com diversas equipes de carveboard espalhadas pelo país, especialmente nas regiões do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Brasília. Sinal de que este esporte está cada vez mais em ascensão.

Serviço

Evento: homenagem aos 20 anos e aos 20 mil praticantes do esporte Carveboard no Brasil, com a etapa final do Circuito Paulista de Carveboard - Desafio Jaws 2017
Data: 12 de novembro de 2017
Local: Av. Assembléia de Deus Ministério do Belém – Centro de Caieiras/SP
Hora: 9 às 18 horas
Inscrições: no local mais 1kg de alimento não-perecível

 

almasurfalmasurfalmasurfalmasurf