Carol Bonelli é nova revelação do surf feminino

Como apoio da Krugans Praia, Carol Bonelli chama atenção pelo surf e pelo charme nas areias de Maresias.

por Redação Almasurf, 08/08/2017
follow

Apesar da pouca idade, Carol Bonelli, 15 anos, já coleciona títulos e é considerada uma das grandes promessas do surf brasileiro.

Este ano, deixou sua família em Saquarema (RJ) para participar do Instituto Gabriel Medina, na praia de Maresias, litoral norte paulista. Uma grande oportunidade para a surfista crescer profissionalmente, ao se dedicar de maneira super focada.

“Treino toda manhã no IGM, onde além de surfar tenho aulas de natação, funcional, apnéia, análise de vídeo, tecnologia e inglês. Tenho me dedicado muito, tanto nas ondas quanto na parte que precisa ser trabalhada fora do mar”, disse Carol.

A paixão pelas ondas começou cedo, aos nove anos de idade e hoje, aos 16, representa o Estado do Rio de Janeiro como campeã da etapa Rip Curl Grom Search (2016),

Bicampeã Sub 14 (2014 e 2015), campeã estadual Sub 18 (2014), campeã do Circuito ASM Medina (2016), vice-campeã Rio Girl Grom Search em (2015 e 2016) e 13° lugar no Mundial ISA Games Portugal (2016).

Apesar da saudade de casa, Carol está aproveitando ao máximo essa experiência de amadurecimento, por morar longe dos pais ainda adolescente. Ela divide sua nova casa com outras duas atletas que também participam do Instituto. Mesmo com o sentimento de liberdade este, sem dúvidas, tem sido um momento de muito aprendizado e amadurecimento.

Conciliar os treinos com a escola também tem sido um grande desafio, devido às viagens e competições, mas tem sempre em mente o quanto é preciso se dedicar aos estudos. No IGM, todos participam das aulas de inglês, pois na carreira do surfe o conhecimento e a cultura também possuem um grande valor.

“Estou vivenciando uma oportunidade única, com todo o treinamento necessário para ser uma surfista profissional. É incrível conhecer novas técnicas de treinamento, onde todos os instrutores tem algo para acrescentar, me ajudando nos detalhes que fazem a grande diferença no surf”. lembrou a atleta Krugans Praia e a nova promessa do surfe feminino.

Este ano Bonelli pôde participar pela primeira vez de uma etapa do Qualifying Series da WSL que, diferente das competições em que está habituada no Brasil, enfrenta surfistas mais experientes. “Meu objetivo no surf é evoluir minhas manobras e estratégias, com consciência de que os resultados serão fruto de um surf de qualidade”, comentou a atleta que sonha em poder usufruir do seu prêmio de campeã do Circuito ASN e partir para um surf na Califórnia.

Fonte Krugans Praia

almasurfalmasurfalmasurfalmasurf