Brasil marca presença no pódio da World Skate Park SP

No Masculino, Luizinho Francisco foi vice-campeão e Pedro Quintas o terceiro; No Feminino, Dora Varella terminou em sexto e Isadora Pacheco em sétimo

por Redação Almasurf, 15/09/2019
follow

A seleção brasileira de skate representou na etapa inédita do World Skate Park World Championship em São Paulo, encerrada no começo da tarde deste domingo (15) no Parque Cândido Portinari, zona oeste da capital.

No Masculino, destaque para Luizinho Francisco, vice-campeão, e Pedro Quintas, terceiro colocado. No Feminino, Dora Varella terminou com a sexta colocação e Isadora Pacheco com a sétima. Os campeões foram o norte-americano Heimana Reynolds entre os homens e a japonesa Misugu Okamoto entre as mulheres.

“Eu não tenho nem palavras para descrever o momento. Tenho que agradecer o público que não me deixou desanimar nem por um segundo. Deixei tudo pra última volta, uma coisa que eu não gosto de fazer. Só tenho a agradecer mais uma vez a todos eles. É a melhor sensação do mundo saber que eu consegui meu objetivo, que consegui fazer minha volta”, comentou Luizinho.

“Foi um evento muito da hora. A galera lotou a arquibancada, muita energia envolvida. Acabei acertando minha volta. Estou muito feliz. É sempre bom andar com a torcida brasileira, a galera que mais torce pra todo mundo. Os melhores do mundo vieram. Só tenho a agradecer. Agora é só evolução”, disse Quintas.

World Skate Park Championship

Considerada a mais importante competição da categoria Park do ano, o World Skate Park Skateboarding World Championship rolou com a presença dos 160 melhores skatistas do mundo em busca de 80 mil pontos, maior pontuação oferecida na corrida olímpica em 2019.

A entrada para o público foi gratuita em todos os dias e o campeonato definiu os atletas pré-classificados para a segunda janela seletiva. O evento é considerado um marco para o skate mundial, para a Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e para a Plataforma STU.

Brasil nos Jogos de Tóquio 2020

Pelos critérios estabelecidos para as Olimpíadas, o Brasil poderá contar com até 12 atletas no total em Tóquio - três no Park Feminino, três no Park Masculino, três no Street Feminino e três no Street Masculino.

A participação desse número limite dependerá do desempenho dos brasileiros ao longo das duas janelas classificatórias estabelecidas pela World Skate para a corrida olímpica. A primeira delas vai até setembro de 2019 e o segundo ciclo acontece de outubro de 2019 a 31 de maio de 2020.