Passo a passo para aprender o kitesurf

Galera da Localkiteboarding dá dez dicas para você aprender o kitesurfe com segurança, no menor tempo possível

por Localkiteboarding, 23/08/2019
follow

O Kitesurf é um esporte libertador, empolgante e muito bonito. Mas é muito importante praticá-lo, sempre, de forma consciente. Confira 10 dicas para fazer um velejo seguro e garantir um dia de diversão.

1. Sempre que chegar em qualquer spot para o velejo, busque as informações sobre o local conversando com pessoas que trabalham em um kite spot local ou frequentam e praticam sempre na região. Dessa maneira, você poderá fazer a leitura e o assentamento de risco das condições de velejo.

2. Antes de entrar para o velejo, confira, sempre todo o seu equipamento: trapézio e cintas, vela, linhas, pranchas e parafusos (pads, straps, quilhas,...) e, principalmente, todo os sitemas de segurança: quick release da barra e do leash de segurança. Esse procedimento é rápido, durante a própria montagem do equipamento, e pode livrar o velejador “daquele perrengue”!
O equipamento ideal (dimensões da vela) para as condições do momento, também, é fundamental.

3. Evite, SEMPRE, velejar sozinho, principalmente, em lugares ermos. Apesar de os picos mais lindos serem os mais inóspitos, uma situação de emergência em uma condição assim, pode ser muito mais crítica pela falta da possibilidade de ajuda imediata.

4. Conheça as regras de navegação náutica, as regras de prioridade e sinais náuticos. Em lugares populares para a prática do kite, são muitos os velejadores. Ter o conhecimento dessas regras pode evitar uma série de problemas, tanto na água quanto na terra. Apesar das regras, uma coisa MUITO importante é o BOM SENSO! Nem todo mundo tem essas informações.

5. Tenha conhecimento das técnicas de auto resgate. Todos torcem para nunca ter que usar essas técnicas e realizar os procedimentos, mas é fundamental saber fazer o temido “barquinho”, ele pode salvar sua vida durante um dia de velejo!

6. Não use Leash de segurança para a prancha, é muito perigoso e pode causar acidentes fatais. As técnicas de resgate de prancha são, justamente, para que ele não seja necessário.

7. Durante o velejo, fique atento e sempre faça a leitura das situações. Não circule em uma área de alunos, evite chegar próximo das pessoas que mostram insegurança ou “falta de noção”, ou, se for saltar ou manobrar, certifique-se que o momento e as condições são ideais para isso.

8. Em terra os riscos, sempre, são maiores. Evite ficar muito tempo com o kite no alto se estiver em terra, decolou - entrou, saiu - pousou. E, se já terminou o dia de atividade, vale recolher os equipamentos e curtir aquela vibe pós velejo (inclusive ajuda a preservar os equipos).

9. Evite as condições super extremas. Não é aconselhável a prática em tempestades de chuva, de vento extremos, elétricas ou qualquer intempérie que apresente riscos nítidos. Certifique-se sempre das condições do vento, em terra e na água.

10. Curta muito e limpe a mente! Seja com a adrenalina das manobras e saltos, ou aquele velejo tranquilo e relaxante, o kitesurf é um esporte que cuida do corpo e da mente do velejador.

Com a prática do velejo consciente, a diversão está garantida para todos dentro e fora da água.

Ainda não pratica? Quer aprender?! Confere AQUI o passo a passo para aprender o Kitesurf.