Ana Catarina representa as minas

Fotógrafa clica Ian Vaz a poucos segundos do tubo na icônica praia de Regência e fatura o concurso Surfmappers SurfArt

por Lucas Conejero, 01/03/2019
follow

A fotógrafa Ana Catarina é a grande vencedora do Surfmappers SurfArt, concurso promovido pela startup líder na venda de fotos de surf online no Brasil.

A foto campeã foi clicada em Regência, Espírito Santo, e retrata o surfista Ian Vaz a poucos segundos do tubo na icônica praia, que se recupera aos poucos, depois de ser atingida pela lama do desastre de Mariana em 2015.

“Quando fiquei sabendo do concurso, apesar de não ter uma foto que achasse boa o suficiente, achei importante participar para ajudar a fomentar nosso segmento. Gostaria de ter inscrito fotos de mulheres, mas as boas estavam fora do prazo. Então, como o concurso era pelo voto popular, dei preferência para atletas com engajamento nas redes sociais, como o Ian, e deu certo”, conta Ana.

A carioca também revela ter ficado emocionada ao chegar em Regência e ver que o pico está gradativamente se recuperando e afirma ter sido o melhor mar que já fotografou no Brasil.

“As últimas imagens que havia visto eram do último surf antes da lama. Chegar e ver o mar perfeito foi emocionante, nunca tinha clicado num mar tão clássico no Brasil. Essa vitória também é importante para marcar o ressurgimento do pico depois do desastre. Foi irado ganhar esse prêmio”, completa Catarina.

Na segunda colocação ficaram Léo Santos, fotógrafo do Guarujá, e o surfista Alex Araújo. Completaram o pódio na terceira posição Diego silva, fotógrafo capixaba, e o surfista Davi Duda.

O concurso contou com apoio de mídia da Almasurf e reconheceu a melhor foto artística de surf produzida no País através de uma votação aberta ao público. A foto vencedora levou 5.435 dos mais de 14 mil votos.

Surfmappers

O Surfmappers é o maior site para produtos e serviços do mercado de fotos de surf. Através da plataforma, profissionais das áreas de videografia e fotografia podem vender seus trabalhos e produzir seus portfólios, bem como oferecer sessions exclusivas e quadros para os surfistas que desejam serviços e produtos personalizados.

A empresa tem sede em Natal (RN) e possui uma operação enxuta, mas já conquistou 60 mil usuários no Brasil e no mundo. Ao longo de sua história, que completa três anos no próximo dia 15, a startup conquistou profissionais do audiovisual em países como Estados Unidos, Portugal, França e até Indonésia, totalizando outros 23 países atendidos além do Brasil.

almasurfalmasurfalmasurfalmasurfalmasurfalmasurf